TESTES MOLECULARES PARA CONFIRMAÇÃO DIAGNÓSTICA DO VÍRUS DA HEPATITE C: UMA ABORDAGEM ACERCA DOS GASTOS PARA O SISTEMA DE SAÚDE BRASILEIRO

Ione Ayala Gualandi de OLIVEIRA, Margareth Crisóstomo PORTELA, Claudia Cristina de Aguiar PEREIRA

Resumo


A hepatite C é um grave problema de saúde pública, afetando cerca de 170 milhões de pessoas em todo o mundo, com morbidade e mortalidade consideráveis. O diagnóstico clínico é acidental, considerando que a infecção é frequentemente assintomática. O diagnóstico laboratorial é fundamental para estabelecer a doença ativa. Existem diferentes testes disponíveis para a confirmação diagnóstica do vírus, entre eles técnicas sorológicas e moleculares. O objetivo desta pesquisa foi apresentar as diferentes modalidades técnicas moleculares hoje disponíveis para a confirmação da doença, considerando suas acurácias e preços diferentes. Foram construídos algoritmos para a simulação de cenários realizadas simulações a partir dos dados de acurácia das tecnologias e dos preços das mesmas para o sistema de saúde brasileiro. O estudo evidenciou que os testes moleculares quantitativos, apesar de mais dispendiosos, podem ser uma alternativa menos custosa, considerando o manuseio do paciente no que tange ao diagnóstico laboratorial, resultando numa alternativa de importância para os gestores na incorporação de novas tecnologias no sistema de saúde brasileiro.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Acta Biomédica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.