Estudo de parasitas intestinais em felinos– Fellis catus

Beatriz Stringhini, Débora Lira, Patrick Lima, Michelle Silva, Patricia Aparecida Montanheiro

Resumo


As doenças parasitológicas são causadas por água e alimentos contaminados, além de pouco ou nenhum saneamento básico nas áreas precárias. Dentre os animais domésticos que podem ser afetados por essas condições destacamos os felinos. Esses microrganismos causam efeitos prejudiciais no animal que se não tratado a tempo, podem obstruir alguma área do corpo e até vir a óbito. Não fosse apenas esse grande risco, enfrenta-se outra questão em gatos que convivem com humanos: transmissão, nesse cenário, as pessoas que convivem de alguma com o animal infectado podem correr o risco de infecção, mas nota-se principalmente a ocorrência desses problemas em crianças. Por conta de essa questão ser danosa tanto para o animal quanto para o ser humano, é necessário que as autoridades sanitárias tomem as devidas ações, a fim de prevenir, diminuir ou até mesmo eliminar essas questões que causam mal à saúde. O objetivo do presente trabalho é detectar as parasitoses em amostras de fezes de felinos, compreender os mecanismos desta contaminação e comparar com os aspectos encontrados na literatura. Foram analisadas as fezes de 25 felinos, e foram encontradas as verminoses: Toxocara cati, cisto de Entamoeba coli, ovo de Diphyllobothrium latum, larva de Toxocara sp, ovo de Cystoisospora rivolta, ovo de Trichuris trichiuria, larva de Strogyloides sp, oocisto de Isospera, oocisto de Toxoplasmose, ovo de Ancilostomídeo sp e verme de Ancilostomídeo sp. Portanto, animais de rua acabam se contaminando com mais facilidade que os domésticos, pois estão expostos a mais riscos e suas presas podem já estar contaminadas e visto que muitos desses animais de rua nem sequer tomam vacinas ou vermífugos.


Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, F.R.; ARAÚJO, C.P.; WERNEK, M.R.; GÓRSKI, A., Larva migrans cutânea em crianças de uma escola em área do Centro-Oeste do Brasil. Rev. Saúde Pública, v.34, n.1, p.84-85, 2000.

CARVALHO, Elaine A. A.; ROCHA, Regina L.. Toxocariasis: visceral larva migrans in children. Jornal de Pediatria. Rio de Janeiro, p. 2-7. 16 nov. 2010.

CASTRO, C.S.V.; CERDEIRA, M.V.; MARTÍN, M.L.P. Larva migrans cutânea: diagnóstico de sospecha y tratamiento en Atención Primaria. MEDIFAM. v.12, n.10, p.655-657, 2002

COELHO, W.M.D. et al, Ocorrência de parasitos gastrintestinais em amostras fecais de felinos no município de Andradina, São Paulo. Rev. Bras. Parasitol. Vet. Jaboticabal, v. 18, n. 2, p. 46-49, abr.-jun. 2009. Acesso em 11 de fevereiro de 2021: https://www.scielo.br/pdf/rbpv/v18n2/a10v18n2.pdf

DUBEY, J.P. & FRENKEL, J.K. (1972). Extraintestinal stages of Isospora felis and Isospora rivolta (Protozoa: Eimeriidae) in cats. J. Protococzool., 19:89-92

DUBEY, J.P. (1979). Life cycle of Isospora rivolta (Grassi, 1879) in cats and mice. J. Protozool., 26:433-443

FORTES, E. Parasitologia Veterinária - 4ed. – São Paulo: Editora Ícone. p. 274 – 278, 2004.

GALETTI, M., & Sazima, I. (2006). Impacto de cães ferais em um fragmento urbano de Floresta Atlântica no sudeste do Brasil. Natureza & Conservação, 4(1), 58–63

GEURDEN, T. & Olson M. 2011. Giardia in pet and farm animals, and their zoonotic potential, p. 71-79. In: Luján H.D., Svärd S. Giardia A model organism. Austria, SpringerWien NewYork

KAVINSKY, Edward. Parasitos Gastrintestinais. Em: O gato: Medicina Interna/Susan E. Little. Ed. Roca, 1. ed. p. 719-720, Rio de Janeiro, 2015.

LARA, Arielle Aparecida. ANÁLISE DA PRESSÃO DA INFECÇÃO POR Cystoisospora suis COM O USO PROFILÁTICO DO TOLTRAZURIL. 2019. 95 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciência Animal, Microbiologia, Universidade Federal do Paraná, Palotina, 2019. Cap. 2.

MONTEIRO, Silvia Gonzalez. Parasitologia na medicina veterinária. 2. ed. Rio de Janeiro: Roca, 2017. 370 p.

NEVES, David Pereira. Parasitologia humana, 11ª edição, Rio de Janeiro, Atheneu, 1 janeiro 2005.

PADILHA, J. C. (2009). Avaliação da predação de ovos em ninhos artificiais por callithrix spp. em Paraty, RJ. Revista Controle Biológico, 1, 1–6

PINTO, Hudson Alves et al. Toxocara cati (Nematoda: Ascarididae) em Didelphis albiventris (Marsupialia: Didelphidae) do Brasil: um caso de pseudoparasitismo. 2014.

Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-29612014000400522. Acesso em: 13 fev. 1009.

REY, L. Parasitologia: parasitos e doenças parasitárias do homem nos trópicos ocidentais. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 2008.

ROCHA, Elaine A. A. Carvalho e O Regina L. Toxocaríase: larva migrans visceral em crianças e adolescentes. 2011.

Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572011000200004. Acesso em: 12 fev. 2021.

RODRIGUES, A.N.; MENEZES, R.C.A.A. Infecção natural de cães por espécies do gênero Cystoisospora (Apicomplexa: Cystoisosporinae) em dois sistemas de criação. Clínica Veterinária, n. 42, p. 24-30, 2003.

SANTARÉM, V.A.; GIUFFRIDA, R.; ZANIN, G.A. Larva migrans cutânea: ocorrência de casos humanos e identificação de larvas de Ancylostoma spp em parque público do município de Taciba, São Paulo. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v37, n2, p. 179-181, 2004.

SANTOS, Fred Luciano Neves; SOARES, Neci Matos. Mecanismos fisiopatogênicos e diagnóstico laboratorial da infecção causada pela Entamoeba histolytica. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial. Rio de Janeiro, p. 2-3. 20 ago. 2008.

SOGAYAR, M.I.T.L.; GUIMARÃES, S. Giárdia lamblia. In: NEVES, D.P. Parasitologia humana. 10.ed. São Paulo: Atheneu, 2000. Cap.14, p.107-113

TAYLOR, M. A.; COOP, R. L. Parasitologia veterinária. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara: Editora Guanabara Koogan Ltda., 2017. 945 p.

TESSEROLLI, G.L.; FAYZANO, L.; AGOTTANI, J.V.B. Ocorrência de parasitas gastrointestinais em fezes de cães e gatos, Curitiba – PR. Revista Acadêmica. v. 3, n. 4, p. 31-34, 2005.

URQUHART, M., ARMOUR, J., DUNCAN, J. L., et al. Parasitologia Veterinária. Rio de Janeiro. Ed. Guanabara. p. 119-120. 1998.

ZAVALHIA, Lisiane Silveira; MOURA, Talita Helena Monteiro de; NUNES, Maurício Rouvel. CUIDADO INTEGRAL AO PACIENTE NAS DOENÇAS INFECTOPARASITÁRIAS. Porto Alegre: Agah Educação S.A., 2019. 209 p.




DOI: https://doi.org/10.18571/acbm.208

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.