Ensino de ciências: proposta do jogo didático Super trunfo Diversidade de insetos como ferramenta facilitadora da aprendizagem

Tatiana Nascimento Docile, Paulo Andrade

Resumo


Dentro do ensino de ciências são apresentados muitos conteúdos complexos são abordados de forma tradicional, inclusive nas aulas sobre insetos. Sendo assim, este artigo propõe um jogo didático de cartas nos moldes do Super trunfo sobre a diversidade de insetos com o objetivo de diminuir essas complexidades e dificuldades no aprendizado do ensino de ciências. Para a realização da elaboração do jogo didático foi feita uma coleta de dados sobre a revisão bibliográfica acerca do tema e sobre a criação de jogos didáticos. Ele pode ser jogado por até 8 pessoas. As cartas são divididas entre os jogadores, onde cada participante escolhe uma das características propostas nas cartas. Cada carta possui uma numeração que a qualifica (quantifica) e quem tiver a maior pontuação ganha a carta do oponente. O objetivo é um dos jogadores ficar com todas as cartas do baralho.  As informações que estão compondo as cartas são: número de espécies, número de famílias, tamanho médio e se é transmissor de doença. Tais características demonstrariam aos alunos, de forma lúdica e interativa, a grandeza da classe dos insetos e sua importância ecológica, ajudando-os a familiarizar-se com alguns animais. Após a aplicação espera-se que o jogo possa: cooperar para que o aluno aproprie-se do conteúdo proposto de forma segura; auxiliar para que o assunto comprometido venha ser apresentado claramente; Ser uma ferramenta facilitadora para o processo do ensino e aprendizagem. Esse jogo pode auxiliar o professor promovendo além de diversão entre os alunos, inovação, autonomia e curiosidade.

 




DOI: https://doi.org/10.18571/acbm.203

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Acta Biomédica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.