ANTI-INFLAMATÓRIOS NÃO ESTEROIDAIS MAIS DISPENSADOS EM UMA FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE ITAPERUNA - RIO DE JANEIRO, BRASIL

Paula Couto de ALMEIDA, Denise Aparecida da SILVA

Resumo


Uma pesquisa foi realizada durante o período de fevereiro de 2012 a janeiro de 2013 em uma farmácia de manipulação localizada na região central do município de Itaperuna, estado do Rio de Janeiro. O objetivo da pesquisa foi avaliar a dispensação de medicamentos anti-inflamatórios não esteroidais (AINE) em formulações isoladas e associadas. Durante o período estudado, o total de dispensação de drogas da classe dos AINE foi equivalente a 10.337 sendo a média mensal de dispensações equivalente a 861,42 ± 165,39. Ao se avaliar a dispensação dos AINE mensalmente, pôde-se observar que no mês de outubro de 2012 houve maior dispensação de AINE, no total de 1165 (11,27%), o AINE mais dispensado foi o paracetamol com o total de 6.244 dispensações (60,40%), seguido do naproxeno com 1.459 dispensações (14,11%) e da nimesulida com 1.318 dispensações (12,75%). Um total de 562 formulações (5,44%) continha apenas um princípio ativo, enquanto 9.775 formulações (94,56%) continham associações entre AINE e outras classes de medicamentos. A associação mais dispensada foi de meloxicam associada à ranitidina, ao paracetamol e ao carisoprodol com 4.155 dispensações (42,51%). De acordo com a metodologia pode-se concluir que os AINE são frequentemente associados a outros princípios ativos, o AINE mais dispensado é o paracetamol, os bloqueadores de H2 são os fármacos mais associado aos AINE; a maioria dos AINE dispensados na manipulação se dá através de prescrição médica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2013 Acta Biomédica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.