BOTULISMO EM CÃES: ESTUDO RETROSPECTIVO EM CAMPOS DOS GOYTACAZES, RIO DE JANEIRO

Leticia Almeida Vieira

Resumo


O botulismo em cães é uma doença causada pela ingestão de material orgânico deteriorados ou contaminados com a neurotoxina pré-formada pela bactéria Clostridium botulinum. A liberação de acetilcolina na junção neuromuscular vem a ser bloqueada causando total paralisia do neurônio motor inferior. Apesar de não ser uma doença comum em cães, talvez pela deficiência no diagnóstico e a falta de registros dos casos ocorridos. O presente estudo visa descrever 8 cães atendidos na clínica particular no Município de Campos dos Goytacazes, com sinais clínicos que levaram ao tratamento do botulismo. Os animais foram tratados com o protocolo terapêutico de ondrasetona, omeprazol, cobavital, ciproeptadina, sulfametoxazol + trimetroprima e obteve-se a remissão dos sinais num período de 15 a 26 dias após o tratamento. Demosntrando que a se suspeitar da enfermidade no início dos sinais clínicos associados ao histórico e realizando o protocolo correto, pode-se obter sucesso no tratamento do botulismo em cães.


Referências


A. JÚNIOR, C. D.; SCHEINEIDER, A. E.; ROSSATO, C. K. BOTULISMO EM CÃES - REVISÃO DE LITERATURA. 2011.

ALVES, K. P. BOTULISMO EM CÃES: UMA DOENÇA DA JUNÇÃO NEUROMUSCULAR. 2013. 30 f. TCC (Graduação) - Curso de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

CASTRO, L. P. BOTULISMO. 2008. 20 f. TCC (Graduação) - Curso de Especialização Lato Sensu em Vigilância em Saúde e Defesa Sanitária Animal, Ucb, Campo Grande, 2008.

COSTA, M.; BARIANI, M. H.; SANTOS, P. C. G. BOTULISMO CANINO : Revisão de Literatura. Revista CientÍfica Eletrônica de Medicina Veterinária, Garça, p.1-4, 2006.

ETTINGER, S.J. Manual de medicina interna veterinária. Ed. Manole. 1ª edição, São Paulo, 1996.

JONES, T.C.; HUNT, R.D.; KING, N. W. Patologia Veterinária. 6º. ed. São Paulo: Manole, 1997,p.433 e 434.

MONEGO, F.; MABONI, F.; VARGAS, A. C.; ASSIS, R. A. DIAGNÓSTICO DE Clostridium Botulinum TIPO C EM CÃO – RELATO DE CASO. 2006.

NELSON, R. W.; COUTO, C. G. DISTÚRBIOS DOS NERVOS PERIFÉRICOS E DA JUNÇÃO NEUROMUSCULAR. In: Medicina interna de pequenos animais. 2.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, cap. 73. P. 819-828. 2001.

RADOSTIS,O.M. ; GAY, C.C.; D.C. BLOOD, D.C. ; HINCHCLIFF, K.W. Clínica Veterinária. 9º ed.Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2000, p. 682 e 683.

SALVARANI, R.; ALVES, M. L.; SUZUKI, E. Y.; ZAPPA, V.. BOTULISMO EM CÃES - RELATO DE CASO. Revista CientÍfica Eletrônica de Medicina Veterinária –, Garça, p.1-5, 2008.

SILVA, R. O. S.; SALVARANI, F. M.; PIRES, P. S.; ASSIS, R. A.; SALLES, P. R.; CARVALHO, M. B.; LOBATO, F. C. F. CASO DE BOTULISMO TIPO C EM CÃO. 2008.

STUCCHI, C.; GONÇALVES, L. A.; PELEGRINE, L.; ALBA, K. Q.; ZANATTA, R.; CAMARGO, L. M.; MORAIS, D. F.; STEFFENS, R.; NERY, C. C.; LEMOS, R. S.; VICCINI, F.; MINOZZO, E.; MURARO, L. S.; AMUDE, A. M. Evitando erros de diagnóstico em pacientes com paraparesia/plegia aguda com ênfase no botulismo: Avoiding misdiagnosis in patients with acute paresis/paralysis with emphasis on botulism. 2013.

URIARTE, A.; THIBAUD, J.L.; BLOT, S. BOTULISM IN 2 URBAN DOGS. The Canadian Veterinary Journal, 1139-1142, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.