TOXOPLASMOSE: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DOS FATORES DE RISCO RELATIVOS A INFECÇÃO TOXOPLÁSMICA EM CRIANÇAS NO BRASIL

Bianca Magnelli Mangiavacchi

Resumo


A toxoplasmose é uma doença altamente prevalente em diversas regiões do mundo. Os fatores de risco relacionados com a aquisição da doença são bastante diversos, no entanto, ainda se sabe pouco sobre a soroprevalência da toxoplasmose em alguns grupos etários, entre estes as crianças. Este artigo propôs-se a realizar um revisão sistemática da literatura sobre os fatores de risco relacionados com infecção toxoplásmica em crianças. Observa-se que as maiores prevalências são encontradas em países de clima mais quente que se localizam entre os trópicos, fato que somado aos fatores de risco principais relacionados com a toxoplasmose, como a ingestão de oocistos e cistos teciduais, fazem com que a soroprevalência seja alta principalmente em áreas onde essas crianças vivam em precárias condições sanitárias. No entanto, ainda existem poucos trabalhos que  relatam a identificação de fatores de risco relacionados com a infecção em crianças. Essa informação se faz necessária do ponto de vista de saúde pública e oferece subsídios para programas de prevenção da toxoplasmose  inclusive para o controle da infecção congênita em adolescentes.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18571/acbm.085

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Acta Biomédica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.