RELAÇÕES CLÍNICAS DOS CONTRACEPTIVOS ORAIS NO CURSO DA DOENÇA PERIODONTAL

Michelle Quintanilha Costa de MOURA, Adolpho Marlon Antoniol de MOURA, Aline Manhães PESSANHA, Diogo Elias MIQUILITO

Resumo


A saúde dos tecidos periodontais encontra-se intimamente ligada ao equilíbrio entre fatores agressores e protetores ao periodonto. Há evidências de que o uso de contraceptivos orais provocam alterações deletérias aos tecidos periodontais. Objetivou-se com esta revisão correlacionar uso de contraceptivos orais no curso da doença periodontal. Resultados controversos das pesquisas realizadas entre as décadas de60 a90 indicam que a concentração hormonal nos contraceptivos está intimamente correlacionada à resposta inflamatória tecidual. Atualmente, os contraceptivos orais parecem não influenciar no curso da doença periodontal, mas sim, a higienização e manutenção da saúde bucal ineficiente do paciente em inibir os agentes etiológicos associados à patologia.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18571/acbm.190

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.