ABORDAGEM HÍBRIDA NO TRATAMENTO DO TUMOR DE GLOMUS CAROTÍDEO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Ricardo Turra PERRONE, Jaffer Tardim CARDERELLI, Leonardo Barros PICININNI, Alexandre Funes BASTOS, Eugênio Carlos de Almeida TINOCO

Resumo


O tumor glômico carotídeo é de um tipo raro de tumor neuroendócrino que tem origem nas células da crista neural do sistema paraganglionar, sendo encontrados numa freqüência de 0,012% de todos os tumores de cabeça e pescoço. O que o torna ponto de discussão entre cirurgiões vasculares e endovasculares sobre os melhores tipos de abordagens para tratamento cirúrgico desta patologia. O presente trabalho trata-se de um estudo observacional, do tipo transversal utilizando como metodologia de pesquisa um estudo quali-quantitativo com procedimentos metodológicos baseados em estudo de casos abordados no serviço de Cirurgia Vascular do Hospital São Jose do Avaí – Itaperuna – RJ, entre os anos de 2009 e 2015. Foram realizados 6 abordagens hibridas de embolizacao percutanea associada a cirurgia aberta para tratamento desta afecção neste serviço. O resultado obtido mostra que a embolização pré operatória apesar de controversa, demonstrou ser um procedimento eficaz e seguro para o tratamento dos tumores de glômus carotídeo, com baixo índice de complicações neurológicas e hemorrágicas neste tipo de tratamento.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18571/acbm.150

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.