RELATO DE CASO: INFARTO DO MIOCÁRDIO POR MIXOMA ATRIAL ESQUERDO

Henrique Rodrigues da Rocha MIGLIORI, Bernardo Borges MARQUES, Cláudio Magalhães RANGEL, João Bosco de OLIVEIRA, Ana Lúcia Moulin Moreira de CARVALHO, Valdeon Caetano RODRIGUES JUNIOR, Grazziela Vieira CIRQUEIRA, Arianne Alves COSTA, Nadia Arenas VERSALI, Bernardo Borges MARQUES, Flávia de Almeida MIGUEZ, Fernanda Nobre TORRES

Resumo


Os tumores cardiovasculares primários são infrequentes, geralmente benignos e com alto potencial embólico. Objetivo: Relatar o caso de um paciente admitido para ressecção de mixoma atrial esquerdo que diante da realização do pré-operatório, evidenciou-se infarto do miocárdio prévio com provável etiologia embólica de fragmento tumoral. O caso a ser descrito corrobora com a literatura descrita sobre o tema pela raridade do mesmo. Metodologia: Relato de caso. Resultados: Ao eletrocardiograma observou-se área eletricamente inativa em parede inferior, o ecodopplercardiograma mostrou mixoma de átrio esquerdo com mobilidade, invadindo a cavidade ventricular na final diástole com a contração atrial esquerda, além de acinesia de parede inferior de ventrículo esquerdo e a cineangiocoronariografia não apresentou lesões coronarianas. Realizado exérese do mixoma atrial esquerdo sem intercorrências e o paciente foi encaminhado para consultas periódicas com ecodopplercardiograma para acompanhamento e tratamento da disfunção ventricular esquerda (sequela do evento isquêmico). Conclusão: Houve fortes indícios de infarto do miocárdio causado por êmbolo tumoral, pois o paciente já havia apresentado outro fenômeno embólico para o encéfalo, somando-se ao fato do exame de cineangiocoronariografia não ter demonstrado lesões coronárias obstrutivas que caracterizassem doença arterial coronariana.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18571/acbm.133

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.