APLICAÇÃO DA ESCALA DE FRAMINGHAM NA UNIDADE BASICA DE SAÚDE DO BAIRRO HORTO FLORESTAL DO MUNICÍPIO DE ITAPERUNA-RJ

Wilian de Freitas JUNIOR, Gisela Machado ALTOÉ, Nikyallan Soares RODRIGUES, Thays Costa GRAVINA, Karoline FERNANDES

Resumo


Há consenso sobre a importância da adoção de estratégias de atenção integral à saúde focadas na prevenção do aparecimento de comorbidades, dentre inúmeros fatores, tais como: envelhecimento da população, sobrevida das doenças infecciosas, sendo que uma parcela importante pode ser atribuída ao controle inadequado dos fatores associados ao desenvolvimento dessas doenças. O presente estudo teve como objetivo analisar e avaliar o perfil dos pacientes acompanhados em uma Unidade Básica de Saúde (UBS), com a perspectiva de prevenção de sofrimento de um evento coronariano agudo, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos atores sociais do Noroeste Fluminense. O universo da pesquisa foi a UBS do bairro Horto Florestal, Itaperuna/RJ, onde foi realizado um estudo analítico observacional transversal compreendendo a aplicação da Escala de Framingham. Os critérios de inclusão foram pacientes em idade entre 30 e 74 anos, de forma randomizada, no período de agosto/2014, abril/2015. Dentre os preditores ressaltam-se LDL colesterol, HDL colesterol, pressão arterial sistêmica, diabetes mellitus, tabagismo. Faz-se mister elucidar os resultados mais significativos: 44,8% dos indivíduos pontuaram risco através do HDL colesterol; quanto aos níveis de pressão arterial, mais de 50% somaram pontos no escore. Referindo-se ao diabetes, 16,2% apresentaram a doença e ao tabagismo, 20%, sendo que estes dois últimos agravam ainda mais o risco de evento cardiovascular. Estudos embasados na integração com a rede de serviços de saúde contribuem para a prevenção de agravos, constituindo-se estratégias significativas para a construção de um país mais justo, onde a saúde promove cidadania na sua integralidade.

Palavras-chave: Rede de Saúde. Escala de Framingham. Risco. Prevenção. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18571/acbm.127

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.