PERCEPÇÃO DOS DISCENTES DO ENSINO MÉDIO DA CIDADE DE CAMPOS DOS GOYTACAZES/RJ SOBRE QUESTÕES AMBIENTAIS

Cristiane Barros CRESPO, Kíssila da Conceição RIBEIRO, Rui Manuel Pinto DANTIER, Milton ERTHAL JUNIOR

Resumo


Este trabalho tem o objetivo de avaliar o conhecimento e a prática em Educação Ambiental (EA) dos discentes de escolas privadas e públicas (estaduais e federais) do ensino médio da cidade de Campos dos Goytacazes, RJ. A partir de um questionário contendo sete perguntas, foram analisados 2585 discentes vinculados a 1ª e 3ª série de doze escolas da cidade. Na análise dos dados foram usadas média, erro padrão, teste t de student e análise de variância. Na opinião dos discentes a EA não é abordada com frequência nas disciplinas, apesar de considerarem que seus professores são, na maioria dos casos, aptos para ensinar o tema. Os alunos das escolas privadas obtiveram as melhores notas (75% de acertos) e um avanço significativo de conhecimento em EA entre a 1ª e a 3ª série. O mesmo não ocorre nas escolas públicas, demonstrando uma estagnação de conhecimento nesta área ao longo do ensino médio. Os alunos das escolas estaduais acertaram, em média, 73% das questões, enquanto que na rede federal de ensino estes acertaram 67%. O avanço no conhecimento ambiental ao longo da permanência do discente no ensino médio deveria ser melhorado nas escolas, principalmente nas públicas, considerando o aspecto genérico das perguntas do questionário. O fato preocupante foi observar que nas escolas públicas não há avanço de conhecimento nesta área entre a 1ª e a 3ª série. Portanto, é necessária uma abordagem mais efetiva nas práticas desenvolvidas no ambiente escolar relativas as questões ambientais.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18571/acbm.126

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.