INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO: ACHADOS LABORATORIAIS DE EXAMES DE URINA EM HOMENS IDOSOS NO PRIMEIRO TRIMESTRE DO ANO DE 2016 NA CIDADE DE PARNAIBA-PI

Rafael Cunha da SILVA, Ana Carolina Santos de ASSIS, Renan da Silva MELO, Vinicius Ribeiro dos SANTOS, Cláudio Ângelo VENTURA

Resumo


As complicações e a gravidade da infecção do trato urinário determinam-se pela vulnerabilidade do paciente e pelas complexas interações entre o hospedeiro e o patógeno. O presente trabalho teve como objetivo mostrar a importância da análise do exame de urina tipo I, em 163 idosos do sexo masculino da cidade de Parnaíba – PI, bem como identificar possíveis achados que predispõem a ocorrência de ITU. Para análise comparativa foram confeccionadas tabelas, distribuindo os resultados em diferentes faixas etárias avaliando os aspectos físicos, químicos e de sedimento. Verificou-se que para a presença de nitrito 3,1% foram positivos. Para leucócitos e hemácias, quanto à característica incontáveis, foram encontrados 3,1% e 2,4% respectivamente, logo, foi necessário dar importância para variáveis com menor frequência, pois entende-se que uma pequena parcela a curto prazo pode representar uma grande quantidade de idosos ao decorrer do ano. É imprescindível ficar atento a prevalência de ITU, ao possível grau de suscetibilidade que pode ser apresentado e que mais estudos sejam realizados na área, tendo assim, um controle mais específico de qual faixa etária é a mais acometida.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18571/acbm.137

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.