INCORPORAÇÃO DO LODO DE ESGOTO NA COMPOSIÇÃO DE SUBSTRATO PARA PRODUÇÃO DE MUDAS NATIVAS

Michele Aparecida dos Santos NOBREGA, Montcharles da Silva PONTES, Etenaldo Felipe SANTIAGO

Resumo


A disposição final dos resíduos sólidos tem sido um agravante nas questões ambientais, pois seu despejo incorreto promove danos à saúde pública e ao meu ambiente. Baseado em suas características químicas, os biossólidos tem potencial para uso em substratos de plantas, demandando estudos de espécies que sejam tolerantes, passíveis de serem utilizadas em modelos de produção vegetal, bem como para recuperação de áreas degradadas. Neste sentido, esta revisão objetiva alertar e informar a população em geral e os profissionais da área de restauração ambiental quanto à atuação do lodo de esgoto como coajduvante na composição de substrato para produção de mudas de espécies florestais nativas. Tais informações podem contribuir para a elaboração de protocolos para a produção de substrato para mudas nativas, substrato este que seja de baixo custo de produção e que contribua para a melhoria ambiental. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18571/acbm.121

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.