LACERAÇÃO DE TRAQUEIA EM UM CÃO: RELATO DE CASO

José Edgard de Oliveira ALVES, Larissa Pim CALABREZ, Dévanny Weller Ferreira MENASSA

Resumo


As lesões traqueais, apesar de incomuns em animais de companhia, merecem atenção especial na clínica de pequenos animais, uma vez que, de acordo com a gravidade, podem causar risco iminente de morte aos pacientes acometidos. Estas lesões podem ocorrer por mecanismos contusos ou penetrantes, sendo mais frequentemente associadas a lacerações decorrentes de mordeduras, projéteis, variados tipos de trauma e, inclusive, de forma iatrogênica. O tratamento pode ser conservador ou cirúrgico, sendo a escolha entre eles dependente da apresentação clínica do paciente, como a ocorrência de comorbidades e estabilidade ventilatória frente à laceração da via aérea. O presente artigo relata o caso de uma cadela diagnosticada com laceração traqueal decorrente de mordedura de outro cão, submetida ao tratamento conservador com sucesso terapêutico. Conclui-se que um exame clínico minucioso no acompanhamento da evolução do quadro pode ser utilizado como critério confiável para a decisão quanto à conduta conservadora ou cirúrgica, e que o tratamento expectante é satisfatório para pacientes que não apresentem alterações respiratórias.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18571/acbm.115

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Acta Biomedica Brasiliensia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.